segunda-feira, 4 de janeiro de 2016


“Sou tricolor de coração, sou do Clube tantas vezes campeão...”, assim tem início um dos mais belos hinos do futebol brasileiro de autoria de Lamartine Babo. Foi esse estandarte da música brasileira, unida a história de glórias, que fez do Fluminense carioca uma das mais tradicionais equipes do país. Suas conquistas e seus dramas fizeram de seus apaixonados torcedores, verdadeiros guardiões do manto Tricolor com pó de arroz. Contagiados e envolvidos nessa magia, foi que dois jovens no Povoado Horta, resolveram fundar uma equipe, a qual o nome homenagearia o primo rico das laranjeiras.

É bem verdade, que inicialmente o nome poderia ser outro. Hélio Amorim e Zé Raimundo conhecido por Batatinha, torcedores do Botafogo e Fluminense respectivamente, ficaram em um dilema: como chamar o time a ser fundado? Como em Lagarto já existia um Botafogo, o de Hermógenes Andrade, em consenso e anestesiados pela aurora tricolor, resolveram fundar e nomear a equipe em novembro de 1980, de Fluminense, e assim, rememorar o clássico vovô do Rio de Janeiro em terras lagartenses.

Pesquisar

Carregando...

Quem sou eu

Minha foto
Renato Araujo Chagas, graduando em História pela Universidade Federal de Sergipe.

Leitores Online

online

Total de visualizações