sexta-feira, 4 de dezembro de 2015


Por: Caroline Menezes*

Há alguns anos nossa sociedade vem perdendo cada vez mais os seus valores, poucos são os que visam à organização e interação social. Antes não existia tanta futilidade, achar que ser correto é vergonhoso, dar real valor a aquilo que agregue algo importante para toda sociedade. Pela moralidade, pelos bons costumes e pelo respeito às diferenças, gostaria que os valores herdados e passados por essa figura regressassem ao nosso dia a dia.

Estou falando de Maria Auxiliadora Carvalho de Menezes, carinhosamente e popularmente conhecida por Dona Solinha. Uma mulher respeitada e admirada por todos que já tiveram a oportunidade de conhecê-la pessoalmente. Mesmo os mais distantes, sabem de sua importância e de sua integridade, pois são poucos os lagartenses que nunca ouviram falar neste nome.

Pesquisar

Carregando...

Quem sou eu

Minha foto
Renato Araujo Chagas, graduando em História pela Universidade Federal de Sergipe.

Leitores Online

online

Total de visualizações